Blog da Redação

As loucuras de Gaudio, o tenista que brigava consigo mesmo o tempo todo

UOL Esporte

18/03/2017 04h00

Gastón Gaudio foi um marco no tênis argentino. Terceira pessoa do país a ganhar a chave de simples de um Grand Slam ao ser campeão de Roland Garros (em 2004), Gaudio foi número 5 do ranking mundial e faturou US$ 6 milhões em prêmios. E tudo isso depois de brigar muito consigo mesmo, principalmente durante as partidas.

Gaudio extravasava, e muito, nos jogos. Gritava consigo mesmo, se cobrava e não poupava ironia em sua autocrítica. O vídeo acima mostra alguns desses momentos clássicos de sua carreira.

Um dos mais divertidos, inclusive, envolveu o russo Mikhail Youzhny. Em um jogo entre eles, Gaudio ficou inconformado com a dificuldade que enfrentava.

“Estou sofrendo com Youzhny, ‘boludo’. Quero ir para minha casa. Que m… estou fazendo aqui? Sofrendo com um cara desse para quê? Qual o sentido? Ganhar 20 mil pesos a mais?”, desabafou ele, para todo mundo ouvir.

Mas mesmo enfrentando tantos demônios internos, Gaudio teve frieza e controle no título mais importante de sua carreira. Quando foi campeão em Roland Garros, ele chegou a perder por 2 sets a 0 e salvou dois match points antes de virar a partida contra Guillermo Coria, favorito ao título.

Sobre o blog

A equipe de jornalistas do UOL Esporte seleciona para você os fatos mais curiosos, os vídeos mais divertidos e tudo que viralizou nas redes sociais.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.title}}

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Blog de Esportes
Blog de Esportes
Blog de Esportes
Blog de Esportes
Blog de Esportes
Blog de Esportes
Blog de Esportes
Blog de Esportes
Blog de Esportes
Blog de Esportes
Blog de Esportes
Blog de Esportes
Blog de Esportes
Blog de Esportes
Blog de Esportes
Blog de Esportes
Blog de Esportes
Blog de Esportes
Blog de Esportes
Blog de Esportes
Blog de Esportes
Blog de Esportes
Blog de Esportes
Blog de Esportes
Blog de Esportes
Blog de Esportes
Blog de Esportes
Blog de Esportes
Blog de Esportes
Blog de Esportes
Blog de Esportes
Blog de Esportes
Blog de Esportes
Blog de Esportes
Blog de Esportes
Blog de Esportes
Blog de Esportes
Blog de Esportes
Blog de Esportes
Blog de Esportes
Blog de Esportes
Blog de Esportes
Blog de Esportes
Blog de Esportes
Blog de Esportes
Blog de Esportes
Blog de Esportes
Blog de Esportes
Blog de Esportes
Blog de Esportes
Blog de Esportes
Topo