Topo
Blog da Redação

Blog da Redação

Ganso sofre, mas campeões da Libertadores com Santos se destacam no FIFA

UOL Esporte

26/10/2018 04h00

A fase de Paulo Henrique Ganso no FIFA 19 vai na contramão de seus parceiros na campanha do Santos campeão da Libertadores em 2011. Dos que estão presentes no jogo de videogame, quase todos possuem a melhor nota da carreira. Por outro lado, o meia do Amiens nunca teve uma força tão baixa: apenas 76.

O número é o mesmo de Alan Patrick, reserva em boa parte daquela campanha santista e atualmente no Shakhtar Donetsk, da Ucrânia. Diferentemente de Ganso, o meia nunca tinha estado com um número tão alto no FIFA.

O maior contraponto em relação à fase de Ganso é Neymar. Os dois surgiram juntos no Santos e havia quem dissesse que o meia iria mais longe na carreira do que o atacante. Anos depois, o FIFA mostra um abismo entre os amigos: Neymar é o terceiro melhor jogador do game, com 92 de força.

Algo parecido acontece com Alex Sandro, também reserva em quase toda campanha da Libertadores de 2011. O lateral-esquerdo da Juventus está com a nota 86, a melhor da carreira, e fica apenas atrás de Jordi Alba (87) e Marcelo (88), sem contar Roberto Carlos, que possui três cartas lendárias no game, sendo duas superiores a Alex Sandro.

Os outros dois campeões da Libertadores presentes vivem situações opostas. Felipe Anderson foi contratado pelo West Ham recentemente e tem 82 de força, a melhor da carreira. Já o goleiro Rafael Cabral sofre com a reserva na Sampdoria e sua carta é de apenas 74.

Sobre o blog

A equipe de jornalistas do UOL Esporte seleciona para você os fatos mais curiosos, os vídeos mais divertidos e tudo que viralizou nas redes sociais.