Topo
Blog da Redação

Blog da Redação

Aos 50 anos, Xuxa ainda é lembrada por namoros com reis do esporte

UOL Esporte

27/03/2013 06h00

Crédito da foto: Folhapress

Hoje, a categoria "namoradinha do esporte" conta com nomes como Bruna Marquezine, Gisele Bündchen e Deborah Secco. Mas, muito antes disso, esse cargo pertencia à Xuxa. A apresentadora, que comemora 50 anos nesta quarta-feira, é a maior representante deste rótulo. Afinal, em seu currículo, ela tem Pelé, o Rei do Futebol, e Ayrton Senna, um dos maiores pilotos da história da Fórmula 1.

Assim como acontece com Bruna Marquezine nos dias de hoje, Xuxa também ganhou seu espaço no noticiário esportivo. No caso de Pelé, a Rainha tem até uma semelhança com a atriz em relação a Neymar.

Em 28 de agosto de 1986, o jornal Folha de S. Paulo trazia uma página com uma suposta traição de Pelé. "Miss confirma romance e diz que o Rei já terminou com a modelo", destacava o diário. Em resposta, o Rei negou o namoro com Deise Nemes de Souza e afirmou que estava com Xuxa, com quem tinha uma amizade colorida, nos dias que antecederam a notícia deste outro affair do santista.

A apresentadora, por sua vez, se defendeu da suposta traição falando que estava dando um tempo do craque. "Há alguns meses que a gente resolveu dar um tempo no nosso relacionamento e durante este período não sei se ele está namorando com esta ou aquela mulher. Não terminamos, mas também não vamos casar amanhã", falou.

Ao longo do affair de sete anos, que começou em 1981, os dois apareceram nas páginas dos jornais. Uma hora era "flagra da lua-de-mel", outra hora as "fotos que Pelé proibiu" ou um suposto filme erótico dos dois juntos.

O mesmo aconteceu com Ayrton Senna. Durante um período mais curto, que não chegou a dois anos, o piloto e a apresentadora tiveram o relacionamento exposto nos jornais.

"Comentaram as más-línguas que Ayrton Senna não gostou da notícia de que o general Alfredo Stroessner é fã incondicional de Xuxa e não perde por nada no mundo os programas da apresentadora. Senna acha que o general,  com 76 anos, já deixou de ser "baixinho" há muito tempo para ser tiete da sua 'darling'", destacava a Folha de 30 de março de 1989.

"Deu chabu no caso de Xuxa com Ayrton Senna. Os outrora pombinhos já não são mais vistos juntos nem em corridas de Fórmula 1", dizia a manchete de 28 de março de 1989.

Nesta trajetória, Senna viu seu nome ser ligado a uma garota-propaganda, com quem teria traído Xuxa, e a divisão dos flashes durante uma corrida em Interlagos. Relembre nas legendas do álbum abaixo algumas manchetes envolvendo a apresentadora e seus affairs esportivos:

Sobre o blog

A equipe de jornalistas do UOL Esporte seleciona para você os fatos mais curiosos, os vídeos mais divertidos e tudo que viralizou nas redes sociais.