Topo
Blog da Redação

Blog da Redação

Veja o que acontece quando um racista de internet desafia um boxeador

UOL Esporte

14/05/2014 10h29

 

Deontay Wilder é um boxeador invicto como profissional: são 31 vitórias, todas por nocaute – uma marca pra lá de impressionante. Seus punhos, portanto, não são menos do que armas e não devem ser experimentados por amadores. Mas ele abriu uma exceção… O norte-americano resolveu dar uma lição de moral em um internauta que o desrespeitou nas redes sociais, inclusive com comentários racistas.

O pugilista ficou revoltado com diversas colocações do Charlie Zelenoff, um verdadeiro troll da internet. Mais do que isso, Zelenoff tinha uma perseguição constante a Wilder, incluindo telefonemas para o pugilista. Entre as ofensas, ele cometeu injúrias raciais e, o que incomodou ainda mais o lutador, caçoou da condição física de sua filha, que sofre de espinha bífida -malformação congênita que resulta no fechamento incompleto do tubo neural, que dá origem à coluna vertebral.

Wilder então convidou Zelenoff para uma visita na academia Hollywood Boxing Gym para acertar as contas pessoalmente. A surra foi grande, como se vê no vídeo. O peso pesado teve de ser contido para não seguir metendo porrada no falastrão. "Nunca mais me chame de negão de novo", disse o pugilista, enquanto via Zelenoff deixar o recinto tentando não perder a pose: 'sou o melhor, ainda sou o melhor…'.

Sangue, suor e… 'porrada'
Sangue, suor e… 'porrada'

[tagalbum id="51086″]

Sobre o blog

A equipe de jornalistas do UOL Esporte seleciona para você os fatos mais curiosos, os vídeos mais divertidos e tudo que viralizou nas redes sociais.