PUBLICIDADE
Topo

Blog da Redação

Não é um bom ano para quem se chama Herrera

UOL Esporte

10/10/2015 21h51

Germán Herrera perdeu, contra o Palmeiras, talvez aquele que tenha sido o gol mais feito do ano. O argentino, aliás, nunca foi lá um grande finalizador, e comumente se esforça pra entrar na "escala Deivid" de gols perdidos de forma inacreditável. Só que a coisa anda ruim até para um xará. No caso, Carlos Herrera, do Central Córdoba.

O atacante de 30 anos tinha só o trabalho de escorar o chute da direita e correr pro abraço no jogo com o Los Andes, pela segunda divisão argentina. Só que, na prática, não foi nada disso. No fim, o empate por 1 a 1 deixou o Córdoba em 20º (entre 22 times), ao passo que o Los Andes é sétimo.

Sobre o blog

A equipe de jornalistas do UOL Esporte seleciona para você os fatos mais curiosos, os vídeos mais divertidos e tudo que viralizou nas redes sociais.

Blog da Redação