PUBLICIDADE
Topo

Blog da Redação

TV mostra linhas tortas em análise do VAR e cria polêmica na Inglaterra

UOL Esporte

17/02/2018 17h45

Imagem usada em transmissão inglesa irritou torcedores, mas análise do árbitro de vídeo estava correta (Foto: Divulgação/Twitter)

O árbitro de vídeo esteve "certo por linhas tortas" neste sábado (17). Um lance específico do jogo entre Manchester United e Huddersfield recolocou em discussão a utilização da tecnologia no futebol, mas desta vez o motivo é hilário: uma TV inglesa usou em sua transmissão linhas completamente tortas, e a falta de simetria virou piada entre os torcedores.

O lance envolveu o espanhol Juan Mata, que recebeu nas costas da zaga e mandou nas redes. A arbitragem paralisou o lance e acionou o árbitro assistente de vídeo ("VAR" na sigla em inglês), e a partida ficou paralisada por mais de um minuto até que a jogada fosse considerada ilegal. Os jogadores do Manchester United reclamaram muito, sem sucesso — ainda assim sairiam vencedores por 2 a 0, com dois gols de Lukaku.

Foi durante a paralisação que a TV inglesa mostrou um gráfico completamente torto em sua transmissão, tratando a imagem como a análise oficial do VAR. As curvas das linhas, que deveriam ser paralelas foram suficientes para os torcedores sacanearem o árbitro de vídeo nas redes sociais —  depois, uma imagem oficial surgiu para mostrar que o joelho de Juan Mata estava à frente do adversário por centímetros.

"Linhas paralelas na análise de vídeo do gol de Mata…"

"Cenas ao vivo do centro de árbitro de vídeo da FA Cup."

"É, o gráfico de alta tecnologia do VAR acertou em cheio. Mata impedido, sem dúvidas."

"O que você vê VS. o que o VAR vê."

"Não culpe o VAR, culpe os idiotas responsáveis por operá-lo. Que idiotice isso é. Embaraçoso ver isso ser operado profissionalmente."

"Qual é! Lukaku também estava quilômetros impedido no [lance do] segundo gol."

Sobre o blog

A equipe de jornalistas do UOL Esporte seleciona para você os fatos mais curiosos, os vídeos mais divertidos e tudo que viralizou nas redes sociais.

Blog da Redação