Topo
Blog da Redação

Blog da Redação

Casamento curto e até filha do chefe: os relacionamentos de Alexandre Pato

UOL Esporte

28/12/2018 04h00

Pessoas próximas a Alexandre Pato confirmaram ao UOL Esporte nesta quinta-feira (27) que o jogador assumiu o namoro com Rebeca Abravanel, filha de Silvio Santos. A novidade nos inspirou a relatar a linha do tempo dos relacionamentos do atacante. Houve até um casamento "relâmpago" e um namoro com a "filha do chefe".

Confira:

Sthefany Brito

(foto: AgNews)

A cronologia começa com o casamento do atleta com a atriz Sthefany Brito, oficializado em julho de 2009 – na época, Alexandre Pato tinha apenas 20 anos de idade e ainda era jogador do Milan, da Itália.

Digna de um filme de conto de fadas, a cerimônia foi realizada no Rio de Janeiro. Foram enviados convites a personalidades como Silvio Berlusconi, então presidente do Milan e primeiro ministro da Itália, e o casal Victoria e David Beckham.

No entanto, Pato e Sthefany não parecem ter se inspirado muito na próspera união dos Beckham e se separaram no ano seguinte, em 2010. Assim, iniciou-se uma batalha judicial pela separação de bens.

Em 2013, ficou definido que ele pagaria pensão à ex-mulher.

Barbara Berlusconi

(foto: Luca Bruno/AP)

Lembra-se do convite de Silvio Berlusconi ao casamento de Pato e Sthefany? Naquele momento, o jogador ainda não sabia que namoraria a "filha do chefe". O badalado relacionamento com Barbara Berlusconi teve início quando ele ainda atuava pelo Milan e durou dois anos e meio.

Neste meio tempo, as especulações de gravidez obrigaram Pato a afirmar publicamente que não seria pai. Os rumores começaram a circular quando um fotógrafo flagrou o atleta beijando a barriga da namorada em uma praia da Itália.

Na época, houve quem dissesse também que Barbara sofria muito com os ciúmes que sentia de Pato. Além disso, a distância entre Brasil e Itália pode ter prejudicado a relação, pois o atacante já defendia o Corinthians.

Fiorella Mattheis

(foto: Eduardo Knapp/Folhapress)

Em seu mais duradouro romance até hoje, ele passou quase três anos com a atriz Fiorella Mattheis. O namoro começou escondido, quando ele ainda jogava no Corinthians, e foi assumido em novembro de 2014, quando os dois chegaram de mãos dadas ao GP do Brasil de Fórmula 1.

Além de modelo e atriz, Fiorella é filha do empresário Andreas Mattheis, dono de uma equipe da Stock Car e fã de automobilismo. Por isso, o autódromo de Interlagos foi o local escolhido para expor o namoro "pop" ao mundo pela primeira vez.

Ela o acompanhou nas transferências para o São Paulo, onde se tornou um "amuleto" do amado, para o Chelsea, da Inglaterra, Villarreal, da Espanha, e Tianjin Quanjian, da China. "Sonhamos juntos e temos planos de construir família", disse ela ao canal de Caio Fischer, no YouTube, em maio de 2017.

Porém, o fim chegou dois meses depois, em julho. "Três anos com ela! Venho comunicar que não seguiremos mais os mesmos caminhos. Fiorella, você estará sempre no meu coração! Você é especial! Carinho e respeito são para sempre", escreveu Pato no Twitter.

Danielle Knudson

(foto: reprodução/Instagram)

A paixão não foi duradoura, mas parece ter sido muito intensa. Afinal, a intensidade é a única explicação possível para a tatuagem de cupido que ele fez no braço – a flecha do desenho apontava para o lado esquerdo do peito.

O namoro de Pato com a modelo canadense (e ex-tenista) Danielle Knudson começou em meados de junho de 2018, em data próxima ao Dia dos Namorados, e foi encerrado em outubro.

Rebeca Abravanel

(foto: reprodução/Instagram)

Chegamos ao presente! Depois de assumirem o relacionamento a pessoas próximas, Alexandre Pato e Rebeca Abravanel, filha de Silvio Santos, passarão o Réveillon em Trancoso, distrito de Porto Seguro (Bahia).

Sobre o blog

A equipe de jornalistas do UOL Esporte seleciona para você os fatos mais curiosos, os vídeos mais divertidos e tudo que viralizou nas redes sociais.